22:15 04/07/2022
Ouça a Rádio ao Vivo!   

Onda de calor e tempo seco trazem riscos para safra americana

Agricultor dos EUA conta com polícia a no máximo 20 minutos de distância

Os índices de qualidade das safras de milho e soja dos Estados Unidos caíram ligeiramente após uma onda de calor atingir o Meio-Oeste do país em meados de junho. O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) classificou 70% da safra de milho como boa a excelente em seu relatório semanal de progresso e condições da safra, em linha com as estimativas médias em uma pesquisa com 9 analistas.

As classificações caíram dois pontos percentuais em relação a uma semana atrás. As classificações de soja também caíram dois pontos percentuais para 68%, enquanto o plantio de soja avançou para 94% concluído.

O relatório também mostrou classificações de bom a excelente para o trigo da primavera de 59%, com o plantio 98% concluído.

Calor favorece maturação

O calor e o tempo seco têm favorecido a maturação e a colheita do trigo de inverno e ajuda no desenvolvimento das culturas de verão, embora a umidade no solo esteja diminuindo em algumas áreas produtoras. Para esta semana há expectativa de chuvas de moderada a forte intensidade apenas na Dakota do Norte.

Contudo, na maior parte dos estados produtores, as próximas semanas serão marcadas por tempo seco e calor bastante intenso, o que favorece a diminuição da umidade no solo.

As temperaturas máximas tendem a ficar próximas de 40 °C em áreas do Texas, Oklahoma, Kansas e Nebraska. O cenário traz alguns sinais de alerta, mas, por ser o início do desenvolvimento das lavouras norte-americanas, ainda não é tão preocupante.

Caso este padrão continue, as complicações, principalmente para o milho, podem se agravar rapidamente trazendo impactos para os preços das commodities mundo afora. Por: Canal Rural

Compartilhe com seus amigos!



INFORMAÇÃO PORTAL SOLEDADE NEWS : O uso deste conteúdo é gratuito desde que citada a fonte e o link da publicação original.