06:13 26/05/2022
Ouça a Rádio ao Vivo!   

Sobe para 26 o número de mortes por dengue no RS

 

Estabilizada, dengue no município chega a 490 casos positivos – |^|^|  Estância Climática de Santa Rita do Passa Quatro – SP |^|^|

Subiu para 26 o número de mortes por dengue no Rio Grande do Sul, segundo dados da plataforma de monitoramento de arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Conforme a SES, em 2022, foram confirmados 21.741 casos da doença, dos quais 18.090 são autóctones (contaminações oriundas de dentro do estado).

Com quatro mortes, Igrejinha é o município com mais óbitos pela doença no RS este ano. Em seguida, aparecem Horizontina e Novo Hamburgo, com três cada. Em Porto Alegre, uma morte foi registrada.

A maior parte das mortes por dengue no RS em 2022 são de pessoas com 80 anos ou mais (dez), seguida da faixa etária de 70 a 79 anos (nove). Outras sete pessoas de 10 a 59 anos também foram vitimadas pela doença.

Nos cinco primeiros meses de 2022, já há mais do que o dobro de mortes por dengue do que todo 2021 no Estado, quando 11 óbitos foram registrados. Na comparação com 2020, de janeiro a dezembro, a diferença é ainda maior, pois ano retrasado teve seis mortos pela doença no RS, conforme a plataforma da SES.

O Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, tem em média menos de 1 centímetro de tamanho, é de cor escura e com riscos brancos nas patas, cabeça e corpo. O mosquito costuma ter sua circulação intensificada no verão, em virtude da combinação da temperatura mais quente e chuvas. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada. Por isso, o cuidado para evitar a sua proliferação busca eliminar esses possíveis criadouros, impedindo o nascimento do mosquito. Fonte Correio do Povo

Compartilhe com seus amigos!



INFORMAÇÃO PORTAL SOLEDADE NEWS : O uso deste conteúdo é gratuito desde que citada a fonte e o link da publicação original.